Tudo o que precisa saber sobre tratamento para dependência de álcool

Tudo o que precisa saber sobre tratamento para dependência de álcool. Na sociedade atual, o álcool é considerado uma droga aceita livremente na sociedade. As pessoas consomem livremente em festas ou em casa, nas ruas. Então estamos trazendo a você tudo o que precisa entender sobre o tratamento para dependência.

Esses padrões desadaptativos de consumo de álcool podem levar a várias consequências sociais, familiares e físicas graves. Felizmente, existem programas de tratamento para dependência de álcool altamente eficazes, e diversificados disponíveis para pessoas com dependências leves a graves.

Se você ou alguém que você ama, está lutando contra o vício do álcool .tratamento pode ser uma maneira eficaz de ajudá-lo a parar de beber e recuperar o controle de sua vida. Você não precisa continuar sofrendo com os efeitos negativos do abuso do álcool. Continue lendo para saber mais sobre os sinais, sintomas e métodos de tratamento para dependência, e como você ou um ente querido pode obter ajuda e iniciar o caminho para a recuperação. 

Tudo o que precisa saber sobre tratamento para dependência de álcool
Tratamento para dependência/ Foto Canva Pró

Tratamento para dependência: O que é dependência de álcool? 

Considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no entanto, a dependência alcoólica causa no indivíduo, uma convulsividade para consumir cada vez mais, de forma excessiva, e aumentando compulsivamente a cada dia que passa.

Esta prática vai aumentando e desenvolve uma tolerância ao organismo do dependente, sendo assim causa o aumento de ingestão do álcool, para que o usuário possa ter a mesma sensação de quando começou a beber e ingerir menos substância alcoólica.  

Quando o usuário não consegue o controle, e não sabe mais viver sem a substância, já está instalada a dependência do álcool no seu organismo.

Mas, caso o usuário pare de consumir o álcool, pode ter os sintomas de abstinência, como dores de cabeça, fadiga, ansiedade, tremores, etc…

Tratamento para dependência: Quais são as causas do vício em álcool? 

Parte do risco de uma pessoa desenvolver dependência, com que frequência e com que rapidez ela consome álcool. Acredita-se que certas influências biológicas, psicológicas e sociais também desempenham um papel no desenvolvimento do alcoolismo. Alguns fatores de risco que podem levar alguém a desenvolver o vício pode incluir:

  • Uma história familiar de transtorno por uso de álcool.
  • Padrões de consumo dos pais.
  • Exposição a traumas e estresse durante a infância.
  • Beber álcool em tenra idade. 

Os cientistas descobriram que as pessoas que começaram a beber aos 15 anos ou menos tinham 5 vezes mais chances de desenvolver alcoolismo do que aquelas que começaram a beber aos 21 anos ou mais. Além disso, o risco para as mulheres neste grupo é maior do que para os homens.

Beber pesado episódico (BPE):

É determinado pela (OMS) Organização Mundial da Saúde, Beber Pesado Episódico (BPE), que quatro doses de álcool ou pelo menos uma pessoa no Brasil, usou álcool em uma determinada ocasião.

Entretanto, é um padrão de estatística que ultrapassa o moderado, sendo que o usuário bebe de modo excessivo, ou seja, três doses diárias, ou mais.

A pessoa bebendo assim compulsiva e excessivamente causa para a sua saúde danos a curto e longo prazo, fora os problemas imediatos como, acidente no trânsito, intoxicação alcoólica, amnésia alcoólica.

Já os prejuízos a longo prazo, seu organismo e todo o sistema como o cardiovascular, renal, nervoso, fígado…

Além disso, existem alguns danos irreversíveis, como os psicológicos, danos mentais, com perda da coordenação motora, quadros demenciais, equilíbrio, ansiedade e depressão.

Programas de tratamento para dependência por uso de álcool:

Embora atualmente não haja cura para os transtornos relacionados ao uso de álcool, ou alcoólatras, assim como muitas outras doenças crônicas, podem ser controlados e tratados com sucesso. 

O tratamento profissional de dependência em um centro de reabilitação pode ajudar as pessoas que sofrem com a dependência do álcool, se recuperarem de problemas de uso indevido de substâncias e permanecerem sóbrias. Se você ou alguém de quem você gosta está lutando contra o alcoolismo, você provavelmente se beneficiará de alguma forma de tratamento.

Se você está considerando o tratamento profissional de dependência para uso problemático de álcool, você tem uma variedade de opções para se tratar, variando de desintoxicação a reabilitação de pacientes internados e ambulatoriais, terapias comportamentais, medicamentos e grupos de ajuda mútua. 

Desintoxicação do Álcool: Tratamento para dependência

A desintoxicação é um primeiro passo ideal para a recuperação de um alcoólatra. Mas a desintoxicação por si só raramente é suficiente para ajudar uma pessoa a alcançar a abstinência de longo prazo.  A desintoxicação é um conjunto de intervenções destinadas a ajudar alguém a se retirar do álcool com segurança e conforto, o que o posiciona para a transição para um programa de tratamento formal e potencialmente mais longo.

Antes de entrar em um centro de desintoxicação, o médico precisará realizar uma avaliação completa da experiência do paciente com uso indevido de álcool, experiências anteriores de abstinência (se houver) e seu histórico médico e psiquiátrico para determinar o risco de abstinência.

 Para fins desta avaliação, os pacientes também podem passar por exames de sangue e triagem para a presença de quaisquer problemas de saúde mental ou física concomitantes.

Indivíduos em risco de sintomas de abstinência graves e com risco de vida, incluindo convulsões e delirium tremens, devem ser submetidos a desintoxicação em uma unidade de internação, como um hospital ou outra unidade de tratamento intensivo.

Tratamento para dependência: Como ajudar um alcoólatra?

 

Primeiramente você deve saber sobre os motivos que levam o usuário a beber, sobre os danos causados e quais os tipos de tratamentos, e se a pessoa não quiser tratamento, quais as consequências.

Depois que você tiver estes dados, então, poderá abordar o usuário em um diálogo franco.

Este diálogo franco, vai servir para entendimento de como o usuário se sente e quais as suas dificuldades.

Estude antes de conversar, pois você deverá ter o entendimento do que a pessoa vai te contar.

Procure sempre usar acolhimento, pois o que mais o usuário precisa é de ser entendido. Não de sermões, ou não de sua opinião, pois você deve escutar e não deve falar.

Você deverá incentivar o usuário na busca de um tratamento, uma ajuda especializada para que diminua alguns sofrimentos desnecessários. Tente explicar, a necessidade da ajuda para uma recuperação mais eficaz.

O usuário deve entender que o álcool traz uma sensação boa momentânea, mas traz muitas perdas irreversíveis, ou prejuízos que o próprio alcoólatra não consegue nem aceita enxergar.

Não é indicado ações que possam induzir indiretamente a pessoa a ir, como por exemplo, lugares que servem álcool, festas e outros.

Incentive a pessoa com atividades mais saudáveis, como prática de exercícios, danças, iniciar um projeto novo, novos hobbies, leituras, enfim, algo que ajude a pessoa a ter algum prazer e traga bem estar.

Tratamento para dependência: Como ajudar um alcoólatra que não quer ajuda?

 

Entretanto, este caso é bem mais complicado, mas não é impossível, você pode fazer alguma coisa para ajudar, trazer alguma solução plausível.

Um bom papo, é uma ótima opção. Você deve ter a escuta aguçada, e ver o motivo da negação. Saber por que a pessoa acha que não precisa de ajuda. Certamente nesta conversa você deve sempre escutar, acolher e incentivar a pessoa a fazer algum tratamento. Não dê brechas para qualquer comportamento que envolva o álcool.

Saiba que se o usuário estiver irredutível, e permanecer bebendo e pondo sua família em risco, ou a vida de outras pessoas em risco, saiba que há uma alternativa.

A internação compulsória, ou involuntária, é uma forma, e as famílias são amparadas por lei, em casos extremos, em que a pessoa põe a si e outros em risco de vida por conta do vício, e não tendo mais controle sobre suas vontades e autonomia.

Terapias Comportamentais para o Uso Indevido de Álcool:

Tratamento para dependência

 

O tratamento hospitalar e ambulatorial fornece vários tipos de terapias comportamentais que são comumente usadas para tratar alcoólatras. Essas terapias podem envolver sessões de terapia individual e em grupo, incluindo: 

 

Terapia cognitivo-comportamental (TCC): 

No entanto, é uma forma de terapia baseada em evidências, que se concentra em ajudar as pessoas a identificar e mudar pensamentos e comportamentos negativos e inúteis que levaram ou contribuíram para o vício. 

Na TCC, as pessoas aprendem maneiras mais saudáveis ​​de lidar com o estresse, e desenvolvem as habilidades necessárias para evitar recaídas.

Terapia de aprimoramento motivacional:

Ou seja, é uma terapia de curto prazo, projetada para ajudar a motivar os pacientes a reduzir ou parar de beber e incentivá-los a fazer mudanças positivas.

 Ele ajuda os pacientes a identificar os prós e os contras do tratamento, fazer um plano de mudança, aumentar sua confiança e desenvolver as habilidades necessárias, para manter seus objetivos relacionados à recuperação.

Aconselhamento conjugal e familiar:

Portanto, é uma forma de terapia de conversa, que incorpora os entes queridos de um paciente em suas sessões de terapia, se apropriado para um paciente.

 Aqueles que sofrem de transtornos por uso de substâncias geralmente afetam direta ou indiretamente seus relacionamentos mais próximos, portanto, essa forma de tratamento pode ajudar a reparar e reconstruir relacionamentos, com os entes queridos dos pacientes, ao mesmo tempo em que aborda problemas que podem ter surgido, como resultado do consumo de álcool de uma pessoa.

Intervenções breves de álcool:

Mas, podem incluir sessões curtas e individuais de aconselhamento, que fornecem feedback personalizado às pessoas sobre seu progresso, com metas específicas.

Tratamento para dependência: Cuidados posteriores e saúde a longo prazo

A recuperação do vício em álcool é um processo ao longo da vida que não termina quando o tratamento do vício é concluído. 

Depois de concluir um programa de reabilitação, muitas pessoas optam por participar de alguma forma de cuidados posteriores. Muitos dos métodos de cuidados pós-tratamento são extensões de terapias semelhantes ou até mesmo os mesmos tipos de terapia que uma pessoa recebe no tratamento primário. 

Cuidados posteriores é a palavra usada para descrever o tratamento contínuo e de longo prazo que começa quando as formas intensivas de reabilitação terminam e é projetado para fornecer suporte adicional e ajudar a prevenir recaídas. 

Os pacientes podem optar por participar de um ou vários tipos diferentes de cuidados posteriores, como: 

Uma estadia em uma comunidade terapêutica (CT), onde os pacientes podem viver com outras pessoas que estão em recuperação, como forma de obter apoio ao retornarem à vida diária sóbria.

Aconselhamento individual para ajudar os pacientes a desenvolver uma visão sobre os problemas que podem levar à recaída e aprender mecanismos alternativos de enfrentamento para que não voltem a beber.

Terapia de grupo, que é liderada por um conselheiro e inclui outras pessoas em recuperação.

Grupos de ajuda mútua, como grupos de 12 etapas, como Alcoólicos Anônimos (AA).

Tratamentos complementares ou alternativos, como arte terapia e musicoterapia, que geralmente são benéficos para pessoas que também participam de outra forma de cuidados posteriores.

Conclusão:

Este é um problema negligenciado, sendo um problema muito sério e cresce a cada dia que passa. Mas, traz vários danos e prejuízos aos dependentes e seus familiares, amigos e até a comunidade.

Embora não tenha cura, este problema tem tratamentos bons e eficazes. É preciso um tratamento multidisciplinar para passar por todas as etapas da dependência.

Existem várias razões para que as pessoas procurem uma fuga no álcool. Independente das motivações, quando a compulsão e obsessão estão à frente. Então, apenas com a ajuda de profissionais e um tratamento sério pode ajudar e fazer a diferença.

Portanto ajude ao seu ente querido, ou se ajude a sair de uma vida de escravidão. No entanto, procure quem possa te trazer este benefício, tenha coragem e tome esta decisão.

 

Cidades Brasileiras

Abrir WhatsApp
💬 Precisa de Ajuda?
Olá 👋
Podemos te Ajudar?